Baiano comemora contrato para obras da BR-242 em São Félix

Baiano comemora contrato para obras da BR-242 em São Félix

Por ERICO NASCIMENTO CAVALCANTE LUZ 21/09/2017 - 19:26 hs
Foto: NAIARA MARTINS

Baiano comemora contrato para obras da BR-242 em São Félix 

Está prevista para a próxima semana, a assinatura do contrato entre o Governo do Estado e a empresa Destesa para as obras de pavimentação da BR-242, ligando São Félix do Araguaia a Alto Boa Vista. O trecho faz parte de um lote de 77 km que aguarda pela conclusão da licença ambiental. A expectativa é para que as obras tenham início a partir dos 7 km que contemplam o perímetro urbano de São Félix do Araguaia.

A decisão pela pavimentação do trecho é resultado das articulações promovidas pelo deputado Estadual Baiano Filho (PSDB), junto ao secretário de Estado de Infraestrutura (SINFRA) Marcelo Duarte para a liberação das obras. O trecho faz parte do programa MT Integrado, atual Pró Estradas, e foram incluídas no pacote após articulação do deputado, ainda em 2014.       

Segundo o secretário-adjunto de Obras, Marcos Catalano a pavimentação dos 7 km contempla o perímetro urbano da rodovia, já dentro do município de São Félix do Araguaia, que poderá ser concluído ainda este ano. A assinatura do contrato torna o início das obras ainda mais rápido, uma vez que a empresa Destesa já se encontra na região, e hoje trabalha para a conclusão dos 21 km da MT-437 entre Natanael e Santo Antônio do Fontoura, em São José do Xingu.  

A notícia foi transmitida com euforia pelo deputado durante audiência com o presidente da Câmara de São Félix do Araguaia, Antônio Miranda, e o também vereador João Neto Vieira, nesta quarta-feira, 20.09, em Cuiabá. Baiano ainda destacou todo o trabalho de articulação para liberação das obras, e mencionou a participação da prefeita Janailza Taveira para o avanço das ações.

 

Com o asfalto, a BR-242 pode se tornar uma nova rota de escoamento em Mato Grosso, com forte impacto sobre a produção do Norte Araguaia, abrindo uma saída para o estado de Tocantins, através da Ilha do Bananal. O fortalecimento das relações comerciais e turísticas também sofreram impactos positivos para a economia dos municípios.